Coronavírus

Visão geral

Coronavírus

Os coronavírus são uma família de vírus que podem causar doenças como a constipação comum, a Síndrome Rrespiratória Aguda Grave (SARS) e a Síndrome Respiratória do Médio Oriente (MERS). Em 2019, foi identificado um novo coronavírus como a causa de um surto de doença com origem na China.

O vírus é agora conhecido como o Coronavírus 2 da Síndrome respiratória aguda grave (SRA-CoV-2). A doença que provoca é denominada doença Coronavírus 2019 (COVID-19). Em Março de 2020, a Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou o surto da COVID-19 uma pandemia.

Os grupos de saúde pública, incluindo os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos EUA e a Organização Mundial da Saúde (OMS) estão monitorando a pandemia e a atualizando com frequência as informações em seus sites. Estes grupos também emitiram recomendações para a prevenção e o tratamento da doença.

Sintomas

Os sinais e sintomas da COVID-19 podem aparecer dois a 14 dias após a exposição e podem incluir:

  • Febre;
  • Tosse;
  • Falta de ar ou dificuldade em respirar.

Outros sintomas podem incluir:

  • Cansaço;
  • Dores pelo corpo;
  • Coriza;
  • Dor de garganta;
  • Algumas pessoas já sentiram a perda do olfato ou do paladar.

A gravidade dos sintomas da COVID-19 pode variar de muito suave a grave. Algumas pessoas podem inclusive não ter sintoma algum. As pessoas mais velhas ou com doenças crônicas existentes, tais como doenças cardíacas, doenças pulmonares ou diabetes, ou que tenham comprometido o sistema imunológico podem estar em maior risco de doença grave. Isto é semelhante ao que se verifica com outras doenças respiratórias, tais como a gripe.

Veja também:  Como reconheço a menopausa?

Quando consultar um médico

Se você tem sintomas de COVID-19 ou se esteve em contacto com alguém a quem foi diagnosticado COVID-19, contate imediatamente o seu médico ou clínica para orientação médica. Informe à sua equipe de saúde sobre os seus sintomas e possível exposição antes de ir à sua consulta.

Se tiver sinais e sintomas de emergência da COVID-19, tais como dificuldade em respirar, dor ou pressão no peito, confusão, ou lábios ou rosto azuis, procure cuidados imediatamente.

Se tem sintomas respiratórios mas não está nem esteve numa área com propagação comunitária contínua, contate o seu médico ou clínica para obter orientação. Informe o seu médico se tiver outras doenças crônicas, tais como doenças cardíacas ou pulmonares. À medida que a pandemia avança, é importante assegurar-se de que os cuidados de saúde estão disponíveis para aqueles que mais necessitam.

Causas

A infecção com o novo coronavírus (Síndrome Respiratória Aguda Grave Coronavírus 2, ou SRA-CoV-2) causa a doença Coronavírus 2019 (COVID-19).

Usar máscara é uma das recomendações para prevenir a contaminação do coronavírus

Não está claro sobre o quão contagioso é o novo corona vírus. Os dados mostraram que se espalha de pessoa para pessoa entre as pessoas em contato próximo (num raio de cerca 2 metros). O vírus espalha-se por gotículas respiratórias liberadas quando alguém com o vírus tosse, espirra ou fala.

Ele também pode se espalhar se uma pessoa tocar numa superfície com o vírus e depois tocar na boca, nariz ou olhos.

Fatores de risco

Os fatores de risco para a COVID-19 parecem incluir:

  • Viagens recentes de ou residência numa área com uma propagação comunitária contínua da COVID-19, tal como determinado pelo CDC ou pela OMS;
  • Contato próximo com alguém que tenha COVID-19 – como, por exemplo, quando um membro da família ou um profissional de saúde se ocupa de uma pessoa infectada.
Veja também:  Diabetes Mellitus

Complicações

Embora a maioria das pessoas com COVID-19 tenha sintomas leves a moderados, a doença pode causar complicações médicas graves e levar à morte em alguns casos. Os adultos idosos ou pessoas com doenças crônicas existentes correm maior risco de ficar gravemente doentes com a COVID-19.

As complicações podem incluir:

Pneumonia em ambos os pulmões;
Falha de alguns órgãos;

Prevenção

Embora não exista uma vacina disponível para prevenir a infecção pelo novo corona vírus, pode-se tomar medidas para reduzir o seu risco de infecção. A OMS e o CDC recomendam que se tomem estas precauções para evitar a COVID-19:

  • Evite grandes eventos e reuniões de massa;
  • Evite o contacto próximo (num raio de cerca de 6 pés, ou 2 metros) com qualquer pessoa que esteja doente ou com sintomas;
  • Mantenha distância entre si e os outros se o COVID-19 se estiver a espalhar na sua comunidade, especialmente se tiver um risco mais elevado de doença grave;
  • Lave as mãos frequentemente com água e sabão durante pelo menos 20 segundos, ou utilize um anti-séptico de mãos à base de álcool que contenha pelo menos 60% de álcool;
  • Cubra a boca e o nariz com o cotovelo ou com um lenço de papel quando tossir ou espirrar. Jogue fora o lenço de papel usado;
  • Evite tocar nos seus olhos, nariz e boca.
  • Evite compartilhar pratos, copos, roupa de cama e outros artigos domésticos, se estiver doente.
  • Limpe e desinfecte diariamente as superfícies de alto toque.
  • Fique em casa do trabalho, da escola e das áreas públicas se estiver doente, a não ser que vá receber cuidados médicos. Evite utilizar transportes públicos se estiver doente.
Veja também:  O que é TDAH?

O CDC recomenda o uso de revestimentos faciais de tecido em locais públicos, tais como em mecados, onde é difícil evitar o contato próximo com outros. É especialmente sugerido em áreas com uma propagação comunitária contínua. Este conselho atualizado baseia-se em dados que mostram que as pessoas com COVID-19 podem transmitir o vírus antes de se descobrirem que estão com ele. A utilização de máscaras em público pode ajudar a reduzir a propagação de pessoas que não têm sintomas. As máscaras de pano não-médico são recomendadas para o público. As máscaras cirúrgicas e os respiradores N-95 são escassos e devem ser reservados para os prestadores de cuidados de saúde.

Se tem uma condição médica crónica e pode ter um risco mais elevado de doença grave, consulte o seu médico sobre outras formas de se proteger.

Viagens

Se você está planejando viajar, consulte primeiro os sites do CDC e da OMS para obter atualizações e orientações. Procure também quaisquer conselhos de saúde que possam estar em vigor onde planeja viajar. Também pode querer falar com o seu médico se tiver problemas de saúde que o tornem mais suseptível a infecções e complicações respiratórias.

Leave a Comment

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.